sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

Candidíase, como tratar com a alimentação?

O que é a candidíase?


É uma infeção causada por um fungo do género Candida. Existem muitas espécies deste fungo, sendo o mais comum: Candida Albicans. Estes fungos podem infetar praticamente todo o corpo, mas são mais facilmente detetados quando a infeção é superficial como acontece na candidíase genital ou na zona da orofaringe. 

Já teve estes sintomas?


Cansaço
Indisposição
Falta de energia
Vontade de comer doces sem motivo aparente
Episódios de obstipação/diarreia
inchaço/gases
Possui ou já possuiu fungos ou micoses nas unhas
Alterações de humor, irritabilidade, falta de memória, concentração...

Quais são as causas?


Apesar deste fungo ser um "habitante" comum no organismo do ser humano, ele manifesta-se quando o sistema imunitário está com as defesas em baixo, isto pode acontecer pelo uso de medicamentos como: antibióticos, contraceptivos orais, corticóides, quimioterapia, pela gravidez, diabetes ou infeção pelo VIH/SIDA. 
Quando o intestino está desequilibrado por algum dos motivos acima mencionados, este fungo encontra condições favoráveis à sua proliferação tendo oportunidade de se manifestar.

O que fazer?


Este fungo alimenta-se essencialmente de açúcares, daí a necessidade, por motivo "não aparente" da ingestão destes. Uma boa abordagem nutricional terapêutica, deverá incidir na redução ou até mesmo na não ingestão de açúcar, alimentos que contenham açúcar e cereais que sejam altamente refinados como pão branco, massa, bolachas, biscoitos, leite e derivados, frutos secos, oleaginosas, são tudo alimentos a evitar nas fases mais agudas. 

O uso de óleo de côco e ácido caprílico podem ajudar bastante no combate a este fungo pelas propriedades, entre outras,  antimicóticas que possuem.

No entanto, convém salientar, cada indivíduo possui características únicas pelo que a avaliação deverá ser feita sempre caso a caso, assim como a terapêutica nutricional deverá ser personalizada e adaptada ao doente