quarta-feira, 2 de março de 2016

Alergias & intolerâncias alimentares

Ambas são reacções de hipersensiblidade, no entanto existem diferenças que as distinguem:

Alergias

A alergia alimentar consiste numa resposta mediada pelo sistema imunitário a um determinado alimento considerado como uma ameaça para o organismo. A reacção aparece, normalmente, na segunda vez que o alimento é ingerido. A reacção alérgica pode ser desencadeada apenas com o toque ou cheiro do alimento alergénio, pelo que é muito importante evitar qualquer tipo de contacto, ainda que indirecto. Alem disso, o mesmo alimento pode provocar sintomas diferentes em pessoas diferentes ou até na mesma pessoa.

Alergénios mais comuns:
  •  Leite de vaca (proteína do leite de vaca)
  •  Soja
  •  Ovo 
  •  Frutos secos (os mais comuns são as nozes e os amendoins) 
  •  Trigo 
  •  Peixe 
  •  Marisco 
  •  Morangos 
  •  Mais raramente, os corantes e conservantes podem provocar reacções alérgicas em crianças   

Intolerâncias alimentares

A intolerância alimentar é o resultado da dificuldade do organismo na digestão ou assimilação de determinado alimento. Surge quando o organismo tem dificuldade em digerir ou “processar” correctamente o alimento ou ingrediente ingerido, não existindo participação imunológica, ou seja, não envolvendo anticorpos. Neste caso, a reacção surge devido a uma deficiência enzimática (como por exemplo,. a intolerância à lactose por défice de lactase) ou devido a contaminantes dos alimentos (por ex. bactérias, ou substâncias tóxicas), sendo os sintomas imediatos, logo após a primeira ingestão. 

Intolerâncias mais comuns:
  • Leite (lactose)
  • Glúten
  • Aditivos (glutamato de sódio, tartrazina, sulfitos, metabissulfitos e benzoatos)
  • Compostos naturais (cafeína, ácido acetilsalicílico) 
É muito importante que se conheçam tanto as alergias como as intolerâncias alimentares, saber o que se está ingerir através da informação nutricional, nomeadamente a informação relativa aos alergénios. Procurar aconselhamento médico ou nutricional irá ajudar a ultrapassar as eventuais consequências da ingestão e minimizar os danos causados, assim como prevenir choques anafiláticos.