terça-feira, 19 de janeiro de 2016

O que nós comemos influencia o nosso sono

O que comemos tem de fato impacto no nosso sono, este estudo mostra que quem ingere menos fibra, mais gordura saturada e mais açúcar tem um sono mais leve, menos reparador e mais fraccionado.
Os resultados mostram que uma maior quantidade de fibra ingerida, previa mais tempo passado em sono profundo, sono de ondas lentas, uma fase do sono não-REM. Em contraste, uma maior percentagem de energia provinda de gordura saturada previa um menor tempo passado neste sono. Maior ingestão de açúcar foi associado com maior perturbação no sono.
Este estudo também chegou à conclusão que os participantes adormeciam mais rápido quando tinham as suas refeições preparadas por Nutricionistas em comparação com participantes que escolhiam a sua própria refeição.
"A maior conclusão deste estudo é que, o que comemos influencia o sono, o que tem grandes implicações para a saúde, uma vez que cada vez mais é reconhecida a importância do sono no desenvolvimento de doenças crónicas como a hipertensão, diabetes e doença cardiovascular" diz Marie-Pierre St-Onge, uma das autoras do estudo.
Para ter um sono reparador, duradouro e sem perturbações ingira alimentos que são ricos em fibra, como frutas, legumes, cereais integrais, diminua a ingestão de alimentos que são altamente processados feitos com farinhas refinadas, diminua a ingestão de açúcar e de gordura saturada que está muito associada aos produtos de origem animal.