segunda-feira, 7 de abril de 2014

Insónia aumenta o risco de sofrer AVC

Recentemente foi publicado um estudo pela American Heart Association, "Insomnia may significantly increase stroke risk." que relaciona a ocorrência de insónia em jovens adultos (18-34 anos) com o risco de sofrer AVC  e doenças relacionadas, o que se descobriu foi que a incidência de AVC é  8 vezes maior a quem sofria de insónias entre os 18 e os 34 anos, a Diabetes aumenta ainda mais o risco de sofrer AVC para que já tinha insónias naquele intervalo de idades, a probabilidade de sofrer hospitalização para que sofre um AVC nestas condições aumenta 54%. 

Este estudo é o primeiro a tentar quantificar este risco, utilizando uma grande amostra (85000 participantes) e o primeiro a avaliar se o risco de acidente vascular cerebral difere por subtipos de insónia (dificuldade em iniciar ou manter o sono; insónia crónica ou persistente, que tenha durado pelo menos 6 meses; ou insónia recaída depois de ser diagnosticado livre de doença por mais de 6 meses em qualquer ponto de avaliação do estudo).

O mecanismo que liga a insónia ao AVC não é totalmente compreendido, mas a evidência mostra que a insônia pode alterar a saúde cardiovascular através de inflamação sistemática, intolerância à glicose, aumento da pressão arterial ou hiperatividade simpática. Alguns factores comportamentais (por exemplo, actividade física, dieta, consumo de álcool e tabagismo) e fatores psicológicos como o estresse pode afetar a relação observada.

Este estudo foi feito em Taiwan, o que pode ou não ser verosímil na nossa realidade, o importante é não aceitar a insónia como algo benigno, o melhor é consultar o médico e tentar solucionar o problema.